Bispos advertem sobre o PT

Ontem, 14 de setembro, festa da Exaltação da Santa Cruz, lembrei-me da inteção de Lula e Dilma de retirar as imagens de Cristo crucificado das repartições públicas (talvez para substituí-las por estrelas vermelhas com cinco pontas...)
Hoje, 15 de setembro, memória de Nossa Senhora das Dores, lembrei-me do quanto Ela sofreu por nós junto com seu Filho e pedi pelo Brasil. Há exatamente 21 anos eu me consagrava a Ela na qualidade de escravo, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort.



A perseverança na oração é a chave de tudo. Enquanto não desistirmos de rezar, teremos segurança.
Encaminho dois documentos importantes. O primeiro é de autoria dos Bispos do Regional Sul 1 (Estado de São Paulo) "dando nome aos bois" ao orientar os eleitores. O segundo é do Bispo Emérito de Anápolis Dom Manoel Pestana, referindo-se a José Serra, não como o "menor mau", mas como um "incêndio limitado" comparado à "catástrofe incontrolável" de Dilma-PT.
A orientação de Dom Pestana é importante para aqueles que, inconformados com todos os candidatos, pensam em anular seu voto.


Bispos advertem eleitores sobre o PT

(e pedem ampla divulgação de seu apelo)

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, Bispo de Guarulhos (SP), não está sozinho em sua recomendação de não votar em Dilma Roussef[1]. Desta vez o Regional Sul 1 da CNBB (que inclui todas as dioceses do Estado de São Paulo) aprovou e recomendou a “ampla difusão” do documento “Apelo a todos os brasileiros e brasileiras”. O texto recomenda que os cidadãos “deem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalização do aborto”. Antes, porém, em seus vários “considerando”, o documento relata vários fatos que comprovam a ligação entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e sua candidata com a causa pró-aborto.

O Arcebispo de Belém do Pará Dom Alberto Taveira Correia em 27/08/2010 resolveu divulgar o texto do Regional Sul 1 “sugerindo que muitas outras pessoas o façam[2].

NOTA DA COMISSÃO EPISCOPAL REPRESENTATIVA DO CONSELHO EPISCOPAL REGIONAL SUL 1 – CNBB[3]

A Presidência e a Comissão Representativa dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, em sua Reunião ordinária, tendo já dado orientações e critérios claros para “VOTAR BEM”, acolhem e recomendam a ampla difusão do “APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS” elaborado pela Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 que pode ser encontrado no seguinte endereço eletrônico “www.cnbbsul1.org.br”.

São Paulo, 26 de Agosto de 2010.

Dom Nelson Westrupp, scj

Presidente do
CONSER-SUL 1

Dom Benedito Beni dos Santos

Vice-presidente do
CONSER-SUL 1

Dom Airton José dos Santos

Secretário Geral do
CONSER-SUL 1

APELO A TODOS OS BRASILEIROS E BRASILEIRAS

Nós, participantes do 2º Encontro das Comissões Diocesanas em Defesa da Vida (CDDVs), organizado pela Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,

- considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) o atual governo comprometeu-se a legalizar o aborto,

- considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra a Mulher (CEDAW) documento no qual reconhece o aborto como Direito Humano da Mulher,

- considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria Especial de Política das Mulheres, o atual governo apresentou ao Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a descriminalização do aborto até o nono mês de gravidez e por qualquer motivo, pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,

- considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do 2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem velada, o compromisso de legalizar o aborto,

- considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº Congresso, o PT assumiu a descriminalização do aborto e o atendimento de todos os casos no serviço público como programa de partido, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este programa,

- considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à legalização do aborto,

- considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do Imperialismo Demográfico que está sendo imposto em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da mulher, e usando o falso rótulo de “aborto - problema de saúde pública”, estão implantando o controle demográfico mundial como moderna estratégia do capitalismo internacional,

- considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº Congresso Nacional do PT manifestou apoio incondicional ao 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3), decreto nº 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antissocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País,

- considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria ministra da Casa Civil como candidata oficial do Partido dos Trabalhadores para a Presidência da República,

- considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a investigação das origens do financiamento por parte de organizações internacionais para a legalização e a promoção do aborto no Brasil, o PT e as lideranças partidárias da base aliada boicotaram a criação da CPI do aborto que investigaria o assunto,

RECOMENDAMOS encarecidamente a todos os cidadãos e cidadãs brasileiros e brasileiras, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, que, nas próximas eleições, deem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalizacão do aborto.

Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento “Votar Bem” aprovado pela 73ª Assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e verificarem as provas do que acima foi exposto no texto “A Contextualização da Defesa da Vida no Brasil” (http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf), elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo Regional.

COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB

Serra, um “incêndio limitado”

Neste momento, muitos perguntam em quem votar para Presidente da República. Dilma Roussef (PT) e Marina Silva (PV) pertencem a partidos explicitamente comprometidos com o aborto. O partido de José Serra (PSDB) não é abortista, mas o candidato assinou, em novembro de 1998, quando era Ministro da Saúde, uma Norma Técnica que instituiu a prática do aborto no Sistema Único de Saúde em nível federal, para crianças de até cinco meses supostamente concebidas em um estupro. A introdução oficial do financiamento do aborto pelo SUS é uma mancha no histórico de Serra que escandaliza muitos eleitores.

Sem negar a gravidade do ato praticado pelo então Ministro, o Bispo Emérito de Anápolis Dom Manoel Pestana Filho afirma que votar em Serra seria escolher um “incêndio limitado” em vez de uma “catástrofe incontrolável”. O Bispo acredita que as raízes cristãs de Serra – que já foi simpatizante da Juventude Universitária Católica (JUC) – não o deixarão “ir tão longe e tão fundo”. Crê ainda que haja esperança de conversão para esse candidato, esperança essa que absolutamente não existe para Dilma e Lula.

De fato, Serra nunca foi um “militante” abortista. A Norma por ele assinada, por abominável que seja, não foi de sua autoria. Já estava elaborada por militantes pró-aborto quando ele assumiu o Ministério da Saúde. Como Ministro, ele deixou-se enganar pela falácia de que no Brasil o aborto é “legal” quando a gravidez resulta de estupro, confundindo assim a não aplicação da pena (“não se pune...”) com a licitude da conduta (art. 128,II, CP). Nada disso justifica o que ele fez, mas serve como atenuante. Ao contrário, não encontramos nada de atenuante na política “furiosamente abortista” dos dois governos Lula.

Leiamos a mensagem de 25/08/2010 enviada por Dom Pestana a José Serra com o título sugestivo “Carta de apoio eleitoral”:

Caro Serra,

Conheci o Sr. jovem ainda, simpatizante da JUC, num encontro em SP. Parecia-me inclinado à esquerda, um pouco deslumbrado, mas confiável. Acima de tudo com raízes cristãs. Lá estava também, se bem me lembro, o Plínio de Arruda Sampaio.

Eu era uma figura discreta, de batina preta, sonhando no inicio do sacerdócio com dedicar-me ao trabalho de formação de líderes cristãos, capazes de pesar positivamente no futuro da Igreja e da Pátria. Tempo de belos sonhos, ainda muito ingênuos mas decididos.

Mais tarde, encontrei-o poucas vezes, antes de vê-lo em Brasília, no Ministério da Saúde, quando protestava contra a sua Portaria que abria a porta ao aborto “legal” (!)[4].

Pudemos nos ver em Anápolis, na inauguração da Universidade de Goiás, quando ameaçou, em alta voz, prender o Pe. Lodi na sua campanha heróica.

Agora estamos diante de uma encruzilhada trágica, entre o PT, furiosamente abortista e desabridamente amoral, e a sua posição também sanguinária, mas por enquanto mais comedida, porque creio que a sua história e as suas raízes não o deixarão ir tão longe e tão fundo.

Agora não se trata de escolher o menor mal, mas entre uma catástrofe incontrolável e um incêndio limitado.

Penso que os responsáveis entre nós por essa avalanche continental da esquerda revanchista, pelo menos rezem (Oxalá ainda se lembrem de rezar!), para que o Serra se converta porque com Dilma e Lula não creio haver a mínima esperança de conversão.

Assim, ao menos a maldição do aborto não se perpetue com o desmantelamento da moral e possamos voltar a tempos melhores, que não me parece que mereçamos, devido ao nosso arrefecimento religioso e à busca desenfreada e imoral de vantagens, com toda espécie de capitulações traidoras.

Resolvi escrever estas linhas devido à minha preocupação pelo futuro desta Pátria tão cheia de maravilhas, talvez um gigante ainda adormecido em berço esplêndido, mas que poderá conhecer dias melhores se tiver filhos dignos, que saibam defender a vida em todos os momentos.

Dom Manoel Pestana Filho

Bispo Emérito de Anápolis – Goiás


[1] Cf. “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”, 29 jul. 2010, in: http://www.diocesedeguarulhos.org.br/miolo.asp?fs=menu&seq=701&gid=10

[2] Cf. http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2010/08/30/em-defesa-da-vida-humana/

[3] Cf. http://www.cnbbsul1.org.br/index.php?link=news/read.php&id=5742

[4] Foi em 09/11/2001, na “Marcha contra o terror no SUS”, por ocasião do terceiro aniversário da Norma Técnica do aborto.

Comentários

Alex disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex disse…
Exclui os dois últimos comentários que recebi porque segundo me esclareceram essa notíca é um "hoax". Ou seja, uma invenção.
Alex disse…
Pe. Luiz Carlos, a carta de Dom Manuel foi comentada no site ACI Digital. Veja.

PT é furiosamente abortista e moralmente amoral, denuncia Dom Manoel Pestana


http://www.acidigital.com/noticia.php?id=20168
Ariel Nunes disse…
Olá Pe.
Faço de parte de uma banda gospel de Jaguariúna - SP chamada Rebanho Santo, iremos participar de um evento sobre aborto em Campinas - SP no dia 02/10. Gostaria de compartilhar contigo 2 vídeos. O primeiro é uma música que fizemos que apoia e levanta alta a bandeira contra o aborto. Chama-se Aborto Não!, segue link: http://www.youtube.com/watch?v=YcODmOXvdQA
E outro vídeo que gostaria que assistisse é esse sobre a Dilma: http://www.youtube.com/watch?v=7AqgdQgcAZs .
Se possível, comente e porte em seu blog.

Abraços.
Jonatas Nunes
janalista@yahoo.com.br
Alex disse…
Pe. Luiz Carlos

Salve Maria!

Gostaria de saber se o PHS – Partido Humanista da Solidariedade, é um partido socialista ou não.

Veja o seu histórico:

http://www.phs.org.br/index.php?pg=nossahistoria

Uma coisa que chama a atenção é que eles usam muito o termo HUMANISMO e SOLIDARIEDADE!

O senhor saber o por quê?

Alguém mais poderia responder a essas perguntas.

Desde já agradeço, Alex.
phobus disse…
Organizações de extrema-esquerda financiadas pelo dinheiro dos contribuintes
21 Fevereiro 2010,Política,Portugal — André Azevedo Alves-PROPAGANDA FALSA PAGA COM O NOSSO DINHEIRO. Por José Pacheco Pereira.Este cartaz, profusamente distribuído em Lisboa. é pago com o nosso dinheiro e é um exemplo mais de como o dinheiro dos contribuintes e dos munícipes lisboetas de há muito tempo é usado para alimentar as chamadas causas “fracturantes” e os grupos radicais que as suportam, na sua maioria ligados ao Bloco de Esquerda. Não é novidade nenhuma mas nunca vi uma discussão sobre os abusos do financiamento público que tivesse em conta esta realidade: o dinheiro dos contribuintes é usado para promover causas políticas em que a maioria não se revê, de organizações cuja contabilidade e accountability desconhece, deturpando a transparência da vida pública . Basta colar a uma organização qualquer o título de que luta contra a “discriminação” ou o “racismo” (o caso do SOS Racismo é outro exemplo de organizações do Bloco de Esquerda financiadas pelo dinheiro dos contribuintes) para se pensar justificado dar-lhes dinheiro público.
Alex disse…
Prezada Sra. Paula Santos, a senhora está tremendamente enganada a respeito da CNBB e de sua autoridade.

A CNBB é apenas uma entidade que serve para aproximar os bispos uns dos outros e ela não tem autoridade maior do que cada bispo em sua diocese.

O bispo de cada diocese é que é a maior autoridade em sua diocese, depois do Papa.

Além disso, cada bispo deve estar em comunhão com o Papa, bem como cada católico. Bispo que ensina em desacordo com o Magistério da Igreja e com o Papa, não tem autoridade nenhuma.

Sobre esse assunto veja este artigo:

http://www.veritatis.com.br/article/3961

P.S.:

BRODBECK, Rafael Vitola. Apostolado Veritatis Splendor: LEITOR PERGUNTA SOBRE A AUTORIDADE DOS DOCUMENTOS DA CNBB. Disponível em

http://www.veritatis.com.br/article/3961 . Desde 10/3/2006.
Alex disse…
CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

2246. Faz parte da missão da Igreja «proferir um juízo moral, mesmo acerca das realidades que dizem respeito à ordem política, sempre que os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem utilizando todos e só os meios conformes com o Evangelho e o bem de todos segundo a variedade dos tempos e circunstâncias» (31).

http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s2cap2_2196-2557_po.html
Alex disse…
Para quem quer saber quem é verdadeiramente a CNBB e a que ideais e a quem ela serve, bem como quem são certos maus bispos e maus padres, ver o site Fratres in Unum:

http://fratresinunum.com/
Marina Freund disse…
Prezado e Reverendo Pe. Lodi,

Por favor, querido Pe. Lodi rogo-lhe com todo o respeito que apague estes comentários destes petralhas que aqui vem, neste espaço, que é seu Pe. Lodi.... eles vem divulgar o lixo petista, Dilmista, marxista tipo a Sra. Paula ... Este espaço é seu Pe. Lodi, e o senhor tem o direito de deletar e não publicar qualquer propaganda em favor de abortistas.

Este pessoal tem o desplante de invadir seu blog para fazer propaganda implícita de abortistas TRAVESTIDOS como católicas: a Dilma... Acho isto um absurdo inaceitável!

Muito agradeço querido padre pelas suas sempre sábias orientações.Hoje tive oportunidade de divulgar sua mensagem para uma senhora de 76 anos... e além de não votar em abortistas ela ficou especialmente encantada com seu chamamento para a oração às três horas da tarde... inclusive pediu-me mais informações sobre isto. Imprimi tudo, coloquei em uma pasta e dei em mãos para ela que encantou-se com a clareza de suas orientações!!
Acho maravilhoso como sua mensagem, cristã , corajosa e clara, é aguardada e recebida pelos cristãos com verdadeira aceitação e compreenssão !!

Força, coragem e Fé é o que temos recebido através de suas palavras!!

Despeço-me rogando-lhe suas orações e conte sempre com minhas humildes preces e o que estiver ao meu alcance pela causa Pró VIDA!!
Marina Freund

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA SOBRE MINHA CONDENAÇÃO POR DANOS MORAIS NO STJ

Um absurdo judiciário

Uma proposta de emenda à Constituição