Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

No coração da tese

Estou agora na parte central da tese. Cada parágrafo assemelha-se a um passo na escalada de uma montanha. A sensação do impossível é substituída por um alívio quando sobrevém uma luz.Agradeço a todos os meus coautores que estão rezando pelo êxito desta tese. O escravo de Jesus em Maria,

Ela tem-me ajudado

No meio de tanta confusão sinto a presença materna de Maria.Terminei hoje uma seção de um capítulo da tese e admirei-me com a beleza do que havia escrito. "E Deus viu que a luz era boa" (Gn 1). Percebo claramente que sou incapaz de escrever a tese. E quando vejo uma luz e consigo escrever, percebo que essa luz é um puro dom gratuito caído do céu. Maria é aquela mulher-luz (Ap 12), vestida de sol. Obrigado, Mãe puríssima.

Hoje te chamo de mãe

Hoje, dia em que minha irmã completa aniversário natalício, deixo registrada uma canção que ela compôs em homenagem a Nossa Senhora. O refrão e a primeira estrofe são delas. As demais estrofes eu acrescentei (espero que ela aprove).

HOJE TE CHAMO DE MÃE
Lembra, Maria, aquele dia em que o anjo do Senhor te visitou
Dizendo que serias a mãe bendita do próprio Deus que te criou.
Refrão: Hoje te chamo de mãe Assim como Jesus chamava. E tudo fica mais lindo E mais fácil ao lado de tão doce Mãe
Lembra, Maria, aquele dia em que a caridade te impulsionou a ir às montanhas servir a mãe de João Batista, o Precursor.
Lembra, Maria, a alegria que Isabel manifestou: “Que grande honraria que em minha casa eu receba a mãe do meu Senhor!”
Lembra, Maria, a noite fria em que deste à luz o Salvador. Glória nas alturas a Deus que deu-nos seu próprio Filho por amor!
Lembra, Maria, que em agonia Jesus a nós te entregou. Eis-nos teus filhos, que aqui viemos compartilhar a tua dor.

Vitória pró-vida em Anápolis

Na quarta-feira de cinzas, 22 de fevereiro de 2012, na sessão que começou às 15 horas, os vereadores da Câmara Municipal de Anápolis aprovaram por unanimidade em primeiro turno a Proposta de Emenda à Lei Orgânica n. 13 de 2012, de autoria do vereador Pedro Mariano, que “dispõe sobre a supressão ou ab-rogação do parágrafo único do inciso X do artigo 228 da Lei Orgânica do Município e dá outras providências”.Eis o dispositivo suprimido pela emenda:
Art. 228, X, parágrafo único: Caberá à rede pública de saúde, pelo seu corpo clínico, prestar o atendimento médico para prática do aborto, nos casos previstos no Código Penal.Por ordem do bispo Dom João Wilk, foi entregue a cada vereador antes da votação um exemplar da edição n. 152 do boletim “Aborto! Faça alguma coisa pela vida!” com o artigo “Pode o juiz autorizar um aborto?”. Durante a sessão, após vários discursos em favor da proposta, foram entregues 1670 assinaturas ao presidente da Câmara Vereador Amílton Batista, que concedeu a Pe. Lu…