Ao lado de tão doce Mãe

É espantoso como tenho conseguido tratar do assunto "alma" em tantos pensadores. Parecia impossível, mas consegui abordar o tema em São Máximo Confessor, Santo Tomás de Aquino (!), Descartes, Malebranche, Espinoza, Leibniz, Hume e finalmente Kant!
Ontem, lendo uma nota de rodapé da "Crítica da razão pura" encontrei, para minha surpresa, uma passagem em que Kant se pronuncia sobre a origem da alma! Quando esperaria encontrar uma observação como essa naquela obra?
Quero deixar clara a minha radical impotência para fazer escrever tudo o que já escrevi. Recebi visivelmente um especial auxílio divino. Louvo ao Senhor por isso.
Com Maria, "minha alma engrandece o Senhor", pois "Ele fez (e está fazendo) em mim grandes coisas".
Esta tese eu já a entreguei totalmente nas mãos da Mãe de Deus. E a sua poderosa intercessão não me tem faltado, assim como não faltou aos noivos de Caná (Jo 2). Tudo parecia tão difícil, ou melhor, quase impossível...
Digo, com São Luís de Montfont, que Maria adocica as cruzes que recebemos para carregar. Em homenagem à mãe de Jesus, que eu também ouso chamar de "mãe", deixo uma canção composta por minha irmã Ana Lúcia:

Hoje te chamo de mãe
Assim como Jesus chamava
E tudo fica mais lindo
E mais fácil ao lado de tão doce Mãe.

Lembra, Maria, aquele dia em que o anjo do Senhor, te visitou
Dizendo que serias a mãe bendita do próprio Deus que te criou

Refrão

Lembra, Maria, aquele dia em que a caridade te impulsionou
A ir às montanhas servir a mãe de João Batista, o Precursor.

Refrão

Lembra, Maria, a alegria que Isabel manifestou:
“Que grande honraria que em minha casa eu receba a mãe do meu Senhor!”

Refrão

Lembra, Maria, a noite fria em que deste à luz o Salvador.
Glória nas alturas a Deus que deu-nos seu próprio Filho por amor!

Refrão


Continuo pedindo a todos que perseverem na oração comigo por esta tese, a fim de que ela sirva para a glória do embrião Jesus no ventre de Maria e para a defesa da dignidade de de todos os embriões humanos.

O escravo de Jesus em Maria,

Comentários

Alex disse…
QUE MARAVILHA!!!

Eu também quero experimentar as maravilhas de Maria em minha vida!

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA SOBRE MINHA CONDENAÇÃO POR DANOS MORAIS NO STJ

Um absurdo judiciário

Uma proposta de emenda à Constituição